A Minha Oração

 

Que eu me permita olhar, escutar e sonhar mais

Falar menos. Chorar menos.

Ver com os olhos de quem me quer bem...

Escutar com os meus ouvidos atentos e a minha boca estática,

As palavras que se fazem gestos

E os gestos que se fazem palavras.

Saber realizar os sonhos que nascem,

Em mim e por mim

Que eu possa sonhar o ar, sonhar o mar, sonhar o amar...

Que eu me permita o silêncio

Das formas e dos movimentos,

Que eu possa substituir as minhas palavras,

Pelo toque, pelo sentir, pelo compreender,

Pela oração mental,

Aquela que a alma cria.

Que ouve!

E responde!

Que eu saiba dimensionar o calor!

Experimentar as formas!

Vislumbrar as curvas!

Desenhar as rectas!

Que eu saiba reproduzir na alma

A imagem que me entra pelos olhos

Fazendo-me parte integrante da natureza,

Criando-me e recriando-me a cada instante.

Que eu possa chorar menos de tristeza

E mais de contentamento

Que o meu choro não seja em vão!

Que em vão não sejam as minhas dúvidas...

Que eu adormeça sempre que derramar lágrimas inúteis

E desperte com o coração cheio de esperanças.

Que eu faça de mim uma pessoa serena

Dentro da minha própria turbulência.

Que eu me permita ensinar o pouco que sei

E aprender o muito que não sei

Auxiliar a solidão de quem chegou

Render-me ao motivo de quem partiu

E aceitar a saudade de quem ficou...

Que eu jamais fique só....

Mesmo quando eu me queira só !!

 

 

- A. O. B. -

 

publicado por sharyna às 13:23
sinto-me: